20/06/2017

Filme: Palmeras en la nieve, uma superprodução espanhola

Título original: Palmeras em la nieve
Diretor: Fernando Gonzáles Molina 
Gênero: Drama / Romance
Lançamento: 2015
Roteiro: Sérgio G. Sanchez
Música: Luiz Vidal
Fotografia: Xavi Giménez
Duração: 2h 43m
Elenco Principal: Mario Casas, Adriana Ugarte, Berta Vásquez, Macarena García, Emilio Gutiérrez Caba, Alain Hernández, Celso Bugallo, 
Classificação: Não recomendado para menores de 18 anos 


– Como elas encontram o caminho?
– Nunca esquecemos nossa origem!

Palmeras em la nieve é uma viagem histórica, que apesar das adaptações para a ficção, foi construída através de recordações reais de pessoas que viveram na época da colonização da Guiné Equatorial pela Espanha. 
Antes de tornar-se uma obra cinematográfica, fez sucesso na literatura, tendo Luz Gabás como autora.
Gabás, narra a experiência de seu pai quando aos 24 anos de idade, foi trabalhar na plantação de cacau em Sampaka, na ilha de Fernando Poo, Guiné Equatorial, África do Sul. 
Palmeras em la nieve é um romance muito sensível, com cenas alternando entre passado e presente, interpretadas por atores que a meu ver, possuem elevada qualidade profissional. 
Do elenco, destaco a brilhante atuação do ator Mario Casas e a caracterização de seu personagem para a passagem do tempo. 

“Meu corpo não é intocado, mas meu coração sim. Eu o entreguei a você.”

Todas as histórias de amor são clichês. O que vai definir se a história contada vale à pena, é a forma de como ela é contada. O amor proibido entre Kilian e Bisila e suas diferenças culturais, não são temas originais, vários romances já abordaram temáticas semelhantes, mas a maneira efêmera e intensa de como os dois se apaixonam é o que enternece.
É um filme especial, sobretudo por não abordar unicamente a questão do romance entre Bisila e Kilian, mas por abordar assuntos como a exploração do trabalho, as diferenças culturais e sociais, fazer denúncias sobre a situação social, da época histórica da colonização e também abordar o machismo de forma sutil, entre outros temas. O filme é rico justamente por enfatizar temas transversais.

– Vocês fazem o que querem e não são julgados. Nós temos que esperá-los cansar das folias... E voltem para ter uma esposa fiel em casa, porque há um nome para as mulheres que se comportam como vocês. E se eu me envolvesse com alguém a cada fim de semana? 

Na tribo de Bisila o único casamento válido é aquele onde o homem compra a virgindade da mulher, o qual ela deve ser sempre fiel ao marido e onde o marido nunca deve abandonar sua esposa, apesar das muitas outras que ele venha ter.

“Ela deve ser fiel ao marido como a areia na praia, que só é banhada por um oceano.”

Clarence (Adriana Ugarte) e Iniko (Djedje Apali)

Anos mais tarde a jovem Clarence, filha do irmão de Kilian, vai em busca de tentar compreender a história do passado de sua família e descobre histórias cheias de turbulências e que ainda traz dolorosas lembranças ao povo de Bioko (nome atual de Fernando Poo).
Embora a qualidade técnica da superprodução tenha sido enfatizada de forma unânime, o filme recebeu duras críticas por diversos sentidos. Na verdade há divergências comuns entre as opiniões sobre as atuações do elenco, roteiro, linguagem, mas as críticas mais apontadas foram a falta de mais elementos sobre a colonização, o fato do filme ser muito extenso, o foco no romance e a qualidade expressiva do ator principal. 
A negatividade das criticas ressaltam exatamente aquilo que todo mundo já sabe: O livro é muito mais completo que o filme. E acreditam que toda essa superprodução poderia ser melhor aproveitada.
Bem, acredito que há uma contradição entre as críticas pelo filme ser longo e por ele não abordar mais profundamente as questões mais reais da época da colonização. Afinal, como realizar um filme baseado em um romance de pouco mais de 700 páginas e ainda desejar que ele seja a cópia fiel do livro, mas sem que fique extenso?
Entendo que romances não fazem o gosto da maioria das pessoas, no entanto, mesmo que a história fosse impecavelmente bem contada, ainda seria criticada pelo fato do ator Mario Casas ser mundialmente conhecido por seu trabalho no romance juvenil “Três metros sobre o céu”, e "Tengo ganas de ti", também dirigido por Molina. Sendo assim, por melhor que ele fosse, ainda sim sua atuação seria estigmatizada.
Na minha opinião, os filhos de Bisila não convencem na idade. Essa parte ficou sim muito mal formulada. E também por não deixar claro qual o final que se destinou à sua personagem, entre outros pontos que como todo bom filme, ficam um pouco soltas, embora não comprometam à sua qualidade. No mais, é um filme muito belo e emocionante. 
Abaixo você pode conferir a música original gravada por Pablo Aborán e que foi vencedora do prêmio Goya 2015 e conferir algumas imagens do filme:




– Mais cedo ou mais tarde eles voltarão para nos pegar, não vão permitir que fiquemos juntos.
– Talvez não nos deixem viver juntos, mas nada irá nos separar.


67 comentários:

  1. Fiquei curiosa para conhecer esse filme, não tinha ouvido falar. Vou procurar para assistir

    ResponderExcluir
  2. Olá não conhecia o filmes, achei a história de forma geral interessante mesmo tendo possíveis falhas, beijos

    ResponderExcluir
  3. Anotando o nome já desse filme
    Nossa é de tirar o volego
    Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia esse filme mas pelo que eu vi na sua postagem é mesmo uma trama bela e fiquei curiosa para ver também. Gostei da dica, obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Oiii!!!
    Não conhecia esse filme ainda. Concordo com você, como fazer uma cópia fiel do livro e ainda reclamam da duração... Meio que não faz muito sentido rs.
    Fiquei bem interessada em assistir, acredito que seja um filme incrível por abordar um tema diferente dos filmes que eu geralmente assisto. Dica anotada e espero ver em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cris!
      Achei o filme por acaso.
      É um filme muito lindo, sim! Os críticos criticam porque têm que criticar mesmo. Acho que ganham pra isso. rs
      Se gostar me fala.
      Beijão!

      Excluir
  6. Ola
    Fiquei bem curiosa quanto a história desse filme e não sei como não tinha lido nada a respeito anteriormente. Suas impressões despertaram o meu interesse e com certeza irei procurar para assistir, porque gosto muito de ambientações assim. Obrigada pela dica!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!
      é um filme maravilhoso!
      Grata pelo comentário!
      Beijos!

      Excluir
  7. ola tudo bem? não conhecia o filme , mais sua resenha me deixou curiosa . vou procurar para assistir . bjsss sucesso.

    ResponderExcluir
  8. Esse filme parece ser muito bom ainda não tinha ouvido falar dele, mas pela história é incrível. O enredo é maravilhoso, e também bastante emocionante. Quando é no livro a história é mais completa mas depois que vai pra telas aí sempre deixam de colocar o que está no livro. Assisti traler e gostei muito das cenas, fiquei super curiosa pelo filme, é uma boa sugestão de filme, bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou da sugestão, Lucimar!
      Fico feliz!
      Se assistir, espero que goste do filme.
      Grata pelo comentário!
      Beijos!

      Excluir
  9. nao conhecia o filme, me pareceu otimo, adorei a resenha

    ResponderExcluir
  10. Eu desconhecia esse filme, e até o livro, mas parece ser bem interessante :o Vou adicionar à minha lista enorme de filmes pra assistir <3 Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Eu gosto muito também de romance assim, assisti o trailer e fiquei com vontade de assistir já, uma historia que aborda muitas diferenças como a cultural. Quero muito assistir e adorei, bjs!

    http://fabiisanto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Amo filme espanhol são belissimos♥ eles fazem com muita alma com muito sentimento e eu falo assite filme espanhol sem dublagem pq vc sente mais o filme é muito bom mesmo eu sou fã em Peliculas español aprende muito bem a lingua e ate cultura♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Ariana, se não me engano esse foi o primeiro filme que vi em espanhol e fiquei super apaixonada e depois desse já ví vários outros. Também prefiro assistir sem dublagem. Grata pelo comentário!

      Excluir
  13. Não conhecia o filme, consequebntemente o livro também. Mas vou anotar a dica para ver o filme esse final de semana!! e aí, quem sabe o livro também?? :D

    Obrigado!

    :D

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme você encontra mais facilmente. O livro é um pouco mais difícil. Tinha somente um exemplar na Saraiva.
      Eu que agradeço o comentário!

      Excluir
  14. Grande indicação não conhecia o filme, mas senti profundamente um desejo louco de assirtir este filme ao ler sua resenha, os filmes espanhóis são muito bem produzidos às vezes eu vejo no YouTube, você me deu uma bela indicação, eu vou colocar no Favorito para assistir Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Grata pela sinceridade! Tentei focar bastante e ser bem formal ao fazer a resenha. Assiste, sim! Me fale se gostar ou não. Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Que legal....ver resenha de filmes assim
    Gostei bastante da temática
    Gostei, muito legal.
    Blog ArroJada Mix

    ResponderExcluir
  17. Oi
    não conhecia o filme, mas achei a premissa bem interessante, ainda mais por si tratar de uma adaptação literária que por sua vez foi baseada em fatos históricos verídicos, só agora lendo sua resenha me dei conta de que nunca assisti nenhum filme espanhol, são sempre os americanos, britânicos e brasileiros, e confesso que não me importaria de começar por esse que parece ser muito bom apesar de tudo.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Talvez você vicie bem como eu. rsrs
      Depois desse já vi vááários outros.
      São simplesmente maravilhosos!
      Beijos!

      Excluir
  18. Olá, Eliziane, tenho o filme mas ainda não vi. Tua resenha me apresentou partes e características da história que não conhecia. Adorei mesmo. Me instigou a assistir de um vez por todas.

    Ah, e também não sabia que o filme era p/ maiores de 18 nos. Não tem problema, adoro filmes com uma pitada mais hot, haha!

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste, moço!
      Você vai gostar! rsrsrs
      Grata pelo comentário!
      Abraço!

      Excluir
  19. Oi, tudo bem?
    Realmente parece ser um filme comovente. Eu estou ouvindo falar dele agora pela primeira vez. Nem sobre o livro eu sabia.
    É sempre difícil mesmo ter um filme completamente fiel ao livro. Ainda mais com mais de 700 páginas. Mas vejo que valeu a pena assistir apesar de alguns defeitos. Gostaria de assistir.

    Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leticia! Tudo bem, sim! Espero que também estejas bem.
      Olha... Na verdade todo filme tem defeitos, viu? Todos eles. rs
      Mas este vale super a pena, sim!
      Grata pelo comentário!

      Excluir
  20. Oi! Já tinha lido a sinopse no Netflix e ainda não tinha me aprofundado. Legal saber que o filme vem de um livro, que até então não conhecia e cuja história parece ser intensa e bela. Adoro filmes desse estilo e vindo de cinema estrangeiro, que não o americano, prefiro mais ainda, eles tem uma outra visão ao fazer filmes. Sobre as criticas, normalmente as pessoas querem que no filme estejam presentes todas as cenas do livro, senão o filme não é considerado bom, e esquecem que filme é um compacto das cenas mais importantes do livro. Adorei sua resenha!


    Abraços!

    www.biashaina.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois, é Beatriz!
      Teve uma crítica que eu li, que disse que o filme é entretenimento para adolescentes.
      Mas só falaram assim, porque o Mario casas tem um fãclube bem jovem.
      Assisti com a minha mãe e ela adorou. rs
      Um abraço!

      Excluir
  21. Heiii, tudo bem?
    Não conhecia o filme e me gostei do conteudo histórico dele.
    Acho que mta gente nao gosta de romance, mas se eu acho o romance é um modo de ligar as histórias e deixar o filme mais leve, senao seria um documentário apenas contando os fatos históricos.
    Sempre vao criticar sobre o filme em relação ao livro, pq sempre reclamam de tudo hehehe.
    Vou tentar ver.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amo romances.
      E costumo dizer que geralmente os críticos são pagos para criticar. rsrs
      Tenta assistir, sim! Talvez você goste.
      Beijão!

      Excluir
  22. Não conhecia esse filme, mas ter o lado história da colonização. E ainda mais de um livro e de memórias reais. Obras audiovisuais com temas assim e o plus de romance sempre me ganham. Esse eu confesso que ainda tem um q especial que é ser um filme espanhol. Eles tem muito talento demais para as artes e me deixaram super curiosa com essa produção. Que nos toquem mais vezes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou amando obras espanholas, Daiana!
      Sim! eles são muito talentosos!
      Grata pelo comentário!

      Excluir
  23. Olá, tudo bem?
    Não conhecia o livro e nem o filme, mas amei a premissa. Amo romances, mas não tenho costume de assistir produções espanholas,entretanto depois de ler sua resenha, isso vai mudar,rs. Mesmo não sendo fiel ao livro, eu quero muito conferir a adaptação. E se eu gostar, lerei o livro também. Amei a dica!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esther, assiste, sim! Para você tirar suas conclusões e percepções sobre o cinema espanhol.
      Talvez você se surpreenda!
      Que bom que gostou da dica!
      Grata pelo comentário! Beijão!

      Excluir
  24. Oi!
    Que filme! Fiquei apaixonada pelo enrendo. Uma cultura bem diferente e quero muito saber como irá terminar esse filme.
    Será que tem na Netflix?
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  25. Nas minhas férias passadas, eu gostei muito de uma outra produção espanhola. Anotei a dica e em julho vou assistir o trailer para ver se gosto desse e dos outros dois que mencionou na postagem. Beijos

    Nara Dias
    www.viagensdepapel.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, professora... Eu acho que você vai amar os filmes rsrsrs
      Sério! Porque os filmes espanhóis estão crescendo muito em termos de qualidade.
      Os dois outros mencionados na postagem são beeeem juvenis, mas também têm uma história muito bem contada. É do livro do Francisco Moccia.
      Todo mundo ama os filmes de paixão e agora eles estão preparando o último filme da série que é "Tres veces tu"
      Quando conseguir assistir, me manda um feedback. B
      Beijão!

      Excluir
  26. Amo tanto, TANTO a música deste filme, na voz do meu amor espanhol Pablo Alboran que já assisti o filme duas vezes. Gostei bastante e acho que a fotografia do filme é incrível, mas a música, caramba, como amo essa música e só de ler a sua opinião aqui, me deu vontade de ver o filme novamente.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sem dúvida uma das músicas mais perfeitas que já ouvi.
      Também já assisti duas vezes. rsrs
      Grata pelo comentário!
      Beijão!

      Excluir
  27. Olá
    Estou descobrindo o cinema espanhol agora, e assisti algumas coisas bem interessantes. Esse eu ainda não conhecia, mas por ser um drama romântico não sei se veria por hora.
    Quanto a crítica, acho que nem ligo mais para isso, o tipo de filme que me atrai faz os críticos fugirem para as colinas XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Descobri o cinema espanhol depois desse filme.
      E depois desse, já assisti várias produções incríveis.
      Adorei seu comentário sobre os críticos.
      Hahaha

      Excluir
  28. Olá, tudo bom?

    Não conhecia muito sobre o filme, mas como amante de música em espanhol já conhecia a música do Pablo Alborán, que por sinal é maravilhosa. Acho muito bonita histórias de amor proibido e todo os sacrifícios que o casal faz para ficar juntos. Fiquei com muita vontade de assistir o filme, valeu pela dica.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assiste, sim, Dani!
      A música do Pablo é muito perfeita!
      Que bom que gostou da dica!
      Grata pelo comentário!
      Beijão!

      Excluir
  29. Oi.:)
    Nunca ouvi falar desse filme, mas o enredo parece ser interessante.
    Não curto muito, mas me parece que vem ganhando bastante espaço os filmes espanhóis.
    Apesar da sua resenha ter ficado ótima, não me chamou a atenção. Vou passar dessa vez a sua dica. Quem sabe talvez na próxima? Bjs.
    Blog As Meninas Que Leem Livros - Lauri Brandão

    ResponderExcluir
  30. OOi!
    Não conhecia o filme, mas parece ser bem legal. Sem contar que amo romance <3 Que eu me lembre, nunca assisti a um filme espanhol, o que me animou ainda mais, pois com esse poderei conhecer melhor. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  31. Adoro produções que nos contam sobre uma determinada época, baseadas em fatos reais. Adoro produções que fogem ao arquétipo hollywoodiano. Não tenha dúvida que vou assistir a esse filme e em espanhol ainda mais, pelo que percebi, amei! Agradeço a dica! Bexitus!

    ResponderExcluir
  32. Oláa, tudo certo? É a primeira vez que leio sobre esse filme! Não conhecia! Gostei da premissa, mas no momento não estou muito no clima para romances, então não acho que seja o tempo certo para assistir. De qualquer forma, anotei o título para não esquecer. Ótimo post!
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Olá ♥
    Não conhecia esse filme, mas parece ser bem bacana. Nossa que coisa meio estranha isso do homem ter que comprar a virgindade...
    Vendo sua avaliação ainda estou com pé atrás se procuro esse filme para assistir ou não. Talvez seria melhor ler o livro do que me decepcionar com a adaptação..

    ResponderExcluir
  34. Olá!!
    Não conhecia esse filme e também não sabia que tinha o livro,adoro filmes em que abordam acontecimentos reais.É claro que o livro sempre vai ser mais completo,e que não da pra colocar td o conteúdo do livro no filme,mas o que me irrita um pouco em relação a filmes baseados em livros é que as partes que eles decidem tirar dos livros e incluir nos filmes eles modificam demais o que acaba agradando a maioria,não sei se nesse caso se aplicada a esse filme,pois não li o livro e nem vi o filme,mas do pouquinho que vi no vídeo já fiquei bem interessada em vê-lo.

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2017/06/resenha-obsidiana-saga-lux-1-jlynn.html#comment-form

    ResponderExcluir
  35. Olá, tudo bem?

    Confesso que não conhecia esse filme, tão pouco sabia da existência do livro no qual ele é baseado. Confesso também que a premissa me é interessante, e pelo que você apresentou sobre o filme, eu gostaria de ler o livro. É complicado mesmo adaptar livros em filmes, é bem complicado. Todavia, depois de ler, com certeza é legal conferir o filme. Dica super anotada, porque sim, apesar de sua critica em relação as partes em que o filme deixou a desejar, fiquei curiosa. XD

    Beijo!

    ResponderExcluir
  36. Oi!
    Não conhecia o filme, mas já achei ele bem interessante pela sua crítica, ainda mais por saber que é uma adaptação literária.
    Achei interessante ter uma temática de duas pessoas com culturas diferentes se relacionando, imagino que isso seja muito bem retratado no filme

    ResponderExcluir
  37. Adorei suas ponderações sobre o filme. Concordo com você sobre clichês românticos. Também acho que tudo depende da forma como é contado. Vou anotar a dico do filme. Parece ser bem interessante para eu conhecer um pouco da cultura da Guiné Equatorial, além de ver como são abordados os outros temas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Olá, adorei conhecer o filme...já anotei a dica aqui! Eu gosto de um bom clichê, dependendo da forma como é contado fica muito interessante.

    Abraços

    ResponderExcluir
  39. Oiii
    Como assim eu não conhecia essa estória????
    Mas gente que enredo encantador e envolvente. Acho super normal fãs ficarem meio decepcionados com adaptações, mas eu particularmente costumo ignorar muita coisa pois é basicamente isso, uma adaptação, eles pegam uma obra e a tornam comercial para o cinema, o formato é difernte e o publico é diferente também. Mas já quero ver o filme <3

    Bjos

    ResponderExcluir
  40. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse filme ainda e sabe que achei a história bem interessante, acho que vai ser bom para passar um tempo. Vou colocar na minha lista para assistir uma hora dessas!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir