15/05/2017

Filme: Amor sem Escalas - Resenha crítica contendo alguns conceitos sobre a área organizacional e do trabalho

Título original: Up in the air
Diretor: Jason Reitman
Gênero: Drama, comédia
Lançamento: 2009
Música: Rolfe Kent
Elenco Principal: George Clooney
                               Anna Kendrick
                               Vera Farmiga
                               Jason Bateman
Sem Spoilers
                             



           Amor sem escalas trata de temas costumeiros do cotidiano e de algumas áreas de nossa vida com muito realismo. Faz-nos pensar em questionamentos como:

- O que significa ter sucesso?
- Qual a área da vida que mais priorizo?
- É possível ser realizado tanto profissionalmente quanto pessoalmente?

Aclamado pela crítica, é um filme que por sua temática, tornou-se um recurso para as discussões na área organizacional e do trabalho.
O personagem principal, Ryan Bingham, interpretado por Clooney, desempenha uma tarefa um pouco incômoda em sua profissão, embora já esteja bastante acostumado com ela.
O bônus que sua função lhe dá e o qual se tornou um hobbie, são as viagens que o seu trabalho lhe proporciona. Portanto, tomando gosto por viajar, ele levou uma vida dedicada ao trabalho.
Sua função na empresa fica sujeita a alterações a partir da proposta fornecida por uma jovem que traz a sugestão de um novo sistema para desempenhar a tarefa de Ryan, só que de uma forma mais tecnológica, inovadora e que irá trazer menos custos à empresa. Essa nova implementação de Natalie, deixa Ryan bastante intrigado por ver que seu futuro na empresa não será mais da forma como sempre fez e também porque exercer essa função da forma como está acostumado, implicava no alcance de suas metas pessoais.
Apresentando resistências às novas mudanças e a fim de salvar sua carreira profissional, Ryan lança à moça um desafio e passa a exercer um treinamento com ela.
A proposta do personagem de Cloney é como um mentoring. A função principal do mentoring é exercer uma tutoria e consiste no exercício de uma pessoa mais experiente treinar ou ajudar outra menos experiente, ou na fase inicial de sua carreira.
A jovem que trouxe um projeto de inovação para a empresa, tem um comportamento pró-ativo, é criativa, possui habilidades e competências muito bem delineadas e vê-se em um dilema. Os questionamentos trazidos por ela após sofrer uma decepção, são bem comuns e úteis para ilustrar que nossas prioridades vão mudando ao longo do tempo. O que antes era importante em nossa vida, pode já não ser mais.
Isso ocorre porque amadurecemos, porque nossas necessidades mudam ou depois de serem satisfeitas, dão lugar a novas.
De acordo com a hierarquia das necessidades desenvolvida por Maslow, a necessidade primordial a ser suprida é a fisiológica, e isso inclui a necessidade de alimentação, vestimenta, moradia, depois a necessidade de segurança, afeto, estima, realização pessoal... Todos os protagonistas são bem realizados profissionalmente, mas algumas necessidades ainda necessitam ser supridas.




O que é bem interessante perceber, é que quando o protagonista consegue realizar um de seus sonhos, ele já percebe que não precisava dessa conquista, ou que ela é supérflua. E que talvez tenha se preocupado demais com sua carreira e sua vida movimentada e agitada, mas não com criar raízes e ter relacionamentos duradouros.
Também foi muito interessante perceber a força das mulheres na área profissional e que a mulher tem mudado suas concepções e ideais sobre os relacionamentos, porque, o que ocorre no final entre Ryan e a personagem Alex, é muito comum, embora as atitudes dela e seu modo de se relacionar sejam mais vistos nos homens. Não que seja algo que particularmente eu tenha considerado aceitável, mas foi um elemento surpresa, muito curioso. Alex é uma mulher bem resolvida e decidida.




Quando você olha para uma mulher que viveu somente para servir sua família, você acha que ela teve sucesso? Um homem que trabalhou a vida inteira na mesma função e ganha somente o suficiente para manter sua família, é um homem de sucesso? Uma mulher solteira de meia idade que não casou e nem tem filhos pode ser considerada uma mulher de sucesso?
Felizmente os termos “mulher de sucesso” e “homem de sucesso” não são mais usados. Até porque ter sucesso é uma questão muito pessoal, o conceito sobre o que é ter sucesso é muito particular. Cada um responderá o que é ter sucesso de acordo com suas próprias perspectivas. Construir uma família, ter muito dinheiro, exercer a profissão dos seus sonhos, viajar pelo mundo, enfim...
Na minha visão, uma vida em que a carreira profissional e vida pessoal podem fluir livremente, só ocorre mantendo o equilíbrio entre elas priorizando os relacionamentos com o outro mais ou tanto quanto uma posição, um status ou uma promoção, salário, entre outros.
Manter esse equilíbrio não é fácil, porém imprescindível, embora, nunca nos sentiremos completos, pois, sempre existirão áreas de nossa vida em que sentiremos falta de algo, mesmo que estejamos completamente satisfeitos em outras. O momento em que paramos de almejar algo, vai ser o momento em que deixaremos de existir. Portanto, a vida é essa eterna inquietude. 




44 comentários:

  1. Ola
    Eu ja conhecia o filme, porém ainda não tive a oportunidade de poder conferir. Legal que as cenas são voltadas para um realismo maior, isso é algo bem importante nesse contexto, acredito eu, ainda mais por envolver carreira e afins. Com certeza ainda espero conferir.
    Beijos, F
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Já tem uns anos que vi esse filme, e me lembro de algumas coisas sobre ele. E uma dessas coisas é realmente essa: a força que as mulheres vêm ganhando no trabalho.
    E Alex é tão bem resolvida profissionalmente que chega a deixar algumas mulheres com medo.
    Achei bem legal ver as suas impressões sobre o filme e que elas batem com as minhas.

    ResponderExcluir
  3. Oi!

    Eu não conhecia o filme, mas me sinto super cativada pela trama, que parece ser bem construída e desenvolvida. Pelos seus comentários, já vi que irei gostar muito de assistir. Se bem que um filme que tenha George Clooney no elenco, certamente vale a pena ser visto. haha Obrigada pela dica!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  4. Olá esse filme é maravilhoso, quero ver de novo já tem um tempo que assisti!, simplesmente adorei a maneira como descreveu, beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Eliziane, tudo bem?

    Ainda não conhecia esse filme e fiquei me perguntando o motivo de não ter conhecido antes. Eu adoro filmes ou livros com esta temática, que nos fazem refletir como o sucesso e a vida dentro de um emprego afeta a felicidade e a vida pessoal de alguém. É comum vermos pessoas realizadas profissionalmente, mas que para isso tiveram que abandonar várias coisas pessoais e isto, é muito doloroso de se perceber. Sou o tipo de pessoa que busca conciliar ambos os lados, mas nem sempre é fácil. Já anotei a dica do filme para assistir depois!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Não tinha ouvido falar desse filme, mas ele parece ser bom vou procurar para assistir

    ResponderExcluir
  7. Oiii!!
    Esse filme é familiar para mim, mas não assisti ainda. Achei bem legal o tema que é abordado, acredito que todos podemos ser felizes e realizados profissionalmente, mas dependendo da profissão, a distância as vezes atrapalha, mas nada que o amor não supere.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. OIII AMEI O NOME DO SEU BLOG!

    Nunca assisti esse filme, sempre achei que era um tipico romance. Mas sua analise foi bem profunda e levanta questões abordadas pelo filme e para a maioria que assistiu nem deve ter passado pela cabeça.
    Com certeza irei vê com outro olhos esse longa.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  9. Adorei sua reflexão sobre o filme, também acho que sucesso é muito relativo!
    Bom, ultimamente não tô muito na vibe de assistir filmes, e esse, apesar de parecer legal, não chamou muito minha atenção.
    Mas quando voltar a vontade de assistir filmes, quem sabe assista esse?
    Valeu pela dica!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  10. Olá!!

    Nunca na vida eu li uma resenha de filme tão boa que visa a mensagem do filme e não a parte tecnica. Adorei a forma como você reflete sobre as coisas e gostei da sua forma de pensar. Realmente estamos sempre em busca de algo, movimento é necessário para vida independente da área ou da forma que como cada um enxergue isso.

    Ps: vou assitir a esse filme SÓ por causa da sua resenha.


    Beijos e Sucesso!!

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia ao filme. Obrigado por me apresentar. :)
    É um filme bastante interessante com tema muito bom.
    Vou procurar para assistir e enfiar aqui no meio.

    ResponderExcluir
  12. Eu conhecia o filme mas ainda não parei para assistir. Achei a sua resenha bem completa e fiquei curiosa para poder ver e tirar minhas próprias conclusões.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Eliziane, acredita que nunca vi este filme, e olha que não perco um, haha

    Descobri isso ao ler tua resenha, achava que já tinha lido. Estou curioso, vou procurar ara assisti-lo

    Abraço forte!

    ResponderExcluir
  14. Oieee! Interessante esse teu paralelo porque de fato chama atenção pra alguns pontos. Sucesso é pessoal, concordo com você, mas as pessoas sempre ligam a dinheiro, aquisições, bens materiais. As vezes a mulher que só serviu a família ou o cara que ganha o suficiente pra sustentar a família mas faz o que gosta se consideram pessoas que tiveram sucesso naquilo que se disporam a fazer. Muito bacana mesmo! Bjossss

    www.porrede livros.com

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Menina, eu vi uma parte desse filme numa aula da pós-graduação. Estávamos discutindo o papel da liderança.
    Okay, foi legal a proposta da garota sobre as demissões, mas o sentimento envolvido nisso... É preciso sempre ter empatia e pensar no próximo. E é preciso fazer isso com honestidade e frente a frente.
    Com oportunidade, verei o filme todo.
    Bj

    ResponderExcluir
  16. Olá!! :)

    Eu não conhecia o filme, devo confessar, mas ainda bem que gostaste de assistir... :) Gostei de ler a opinião!

    Ainda bem que deixaste essas mensagens em fundo relacionado com o filme, assim como perguntas acerca da importância dada a certas funções no homem e na mulher!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  17. Nossa, e eu vendi o filme apenas como um filme da sessão da tarde sem muito o que dizer... Adorei os questionamentos que você fez acerca do filme e destacaria os mesmos pontos positivos. Com certeza assistirei com outros olhos agora.

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu não conhecia esse filme, mas fiquei impressionada com as reflexões e opiniões que você retirou dele. Eu nunca assisti um filme que trouxesse fatos sobre a vida profissional dessa forma, achei bem legal e diferente, porque realmente mistura, creio eu, com muita eficiência a ficção com a realidade. Acho que esse filme deveria ser assistido por todos no inicio de suas carreiras, incluindo eu. Parabéns por sua resenha, ela está simplesmente incrível e me deixou com muita vontade de assistir ao filme.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  19. deve ser uma puta crítica... ainda nao assisti, mas apesar de nao ser muito o tipo de filme que costumo assistir, fiquei interessada... não é um tema que eu veja sendo discutido com frequencia em filmes...
    bjs...

    ResponderExcluir
  20. Se essa resenha fosse impressa eu já tinha marcado várias passagens interessantíssimas!! Parabéns pelo texto! Precisava dessa reflexão. Como você disse, é difícil encontrar o equilíbrio e muitas vezes precisamos entender que amadurecemos e já não estamos mais aptos ou precisamos de determinado objetivo que traçamos anteriormente.
    Ainda não tive oportunidade de assistir ao filme e confesso que pelo título não imaginaria ser ele a base de tantas reflexões.
    Bjss e obrigada pela dica

    ResponderExcluir
  21. Uau! Você descreveu bem o filme. Sempre quis assistir, mas até hoje não vi, sempre vou deixando para depois.
    Parece que o filme é bem mais complexo do que eu imaginava. Gostei da dica e de ver sua visão sobre a história.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  22. Oii, tudo bem?
    Não conhecia o filme, em relação ao cinema sou super atrasada, mas em relação a livros. suahsuahsuh
    Confesso que não me chamou muito a atenção, muitos filmes falam sobre carreira vs. amor e acho um tanto quanto clichê. Porém, gostei da resenha, me fez refletir melhor sobre o tema do que eu tivesse assistido ao filme. Realmente é muito importante encontrar equilíbrio entre as duas coisas, mas necessário.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  23. Uau! Esse filme parece ser interessantíssimo, eu não conhecia, mas fiquei bastante curiosa para assistir. Sua resenha está ótima e me fez refletir bastante sobre a questão do sucesso profissional e pessoal. É realmente difícil conciliar as duas coisas e pelo que você contou na resenha, o personagem principal estava preocupado apenas com o seu emprego que iria mudar por conta das inovações e não pensou nas outras áreas da sua vida. Obrigada pela dica, vou assistir com certeza! Bjss.

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Esse filme tá a um tempão na minha lista da netflix, mas eu nunca pego pra ver hahahah adorei os pontos que você levantou na crítica e ter se aprofundado na relatividade de ser uma "pessoa de sucesso", fiquei morrendo de vontade de assistir, desse fim de semana não passa!
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  25. Sempre vi ótimas críticas sobre esse filme, porém nunca assisti. Acredito que os temas nele abordado sejam riquíssimos, fazendo-nos refletir sobrr a real importância da vida. Na correria em que vivemos, por vezes deixamos de lado alguma área de nossa vida e esse é nosso maior desafio, o equilíbrio!

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Olá, tudo bem?

    Já ouvi falar desse filme, porém nunca assisti. Sua reflexão sobre o filme me fez ficar pensativa sobre isso. Agora quero assistir. Bela resenha crítica. Parabéns.

    Beijos
    Laneh Martins
    http://livrosetalgroup.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oiiii,

    Eu nunca assisti ao filme, e pra ser bem sincera não tinha sequer ouvido falar, mas foi uma dica muito interessante, porque ele parece ser muito legal e daquele tipo de história que te faz levar algo dela. Afora o fato de que Clooney é sempre um ótimo motivo para se assistir algo rs.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  28. Oi! :)

    Se eu te falar que eu assisti a este filme mas que quase não lembro de nada você acredita? Hahaha Seu resumo do enredo veio bem a calhar. Eu gosto muito do George trabalhando, ele é muito bom ator. E esse papel de destaque que as mulheres têm é maravilhoso! Vou tentar assistir novamente!

    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Oi!
    Eu ainda não conhecia esse filme, mas achei bem interessante a abordagem desse tema no filme, pois é realmente a verdade, às vezes nos preucupamos tanto em atingir aquele sonho da nossa vida toda, que quando o atingimos já passou tempo demais e já não é bem aquilo que queremos mais.
    Enfim, adorei a dica e quando ver ele passando por aí vou assistir

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bom?
    Adoro esse filme e simplesmente adorei as considerações que você teceu sobre ele e sobre as questões abordadas no mesmo. De fato as vezes nos preocupamos tanto em conquistar algo e quando o fazemos percebemos que não era mais necessário, que aquela conquista nem significa mais. Adoro filmes assim, que nos faz refletir sobre o que realmente importa na vida. Adorei seu post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  31. Olá!
    Não conhecia o filme, mas gostei de saber que a Anna está no elenco, adoro essa atriz.
    Eu fazia curso de gestão administrativa e tenho certeza que esse filme é uma boa pedida para quem faz algo relacionado, eu adorava assistir filmes do tipo na época. Ótima dica!

    ResponderExcluir
  32. Assisti este filme tem muito tempo, mas lembro bem que gostei do enredo na época. A sua resenha me deixou com vontade de assistir novamente.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  34. Oi! Quero assistir esse filme, apesar de não gostar muito de assistir filmes. Irei assistir e depois direi o que achei. Obrigado pela dica!

    ResponderExcluir
  35. Oii, parece ser um filme muito bom e que nos faz pensar sobre a vida, sobre nós mesmos, não conhecia mas irei assistir!
    Adorei a dica e a resenha :)

    ResponderExcluir
  36. Oie, tudo bem!?!? Se eu te disse que não assisti esse filme até hoje você acredita?? Acho que quando lançou eu não estava muito no clima, porque eu definitivamente adoro o george Clooney e gosto das atuações da Anna... Não todas confesso rsrsrsrs, mas normalmente gosto!!!
    Adorei seu review e com certeza assim que tiver oportunidade, assistirei!
    Bjs

    ResponderExcluir
  37. O filme parece ser maravilhoso. Vou procurá-lo pra assistir pois não lembro de tê-lo assistido.
    Valeu pela dica!

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  38. Oiee, tudo bem? AMEI seu post! Eu assisti ao filme recentemente e simplesmente amei, o final foi realmente surpreendente, com a revelação sobre a Alex. O filme aborta temas bem interessantes, e tem bastante pano para discussões sobre trabalho, carreira e sonhos. Fiquei com vontade de assistir novamente, agora :)

    Beijos!
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Uau! Que post! Eu já tinha visto uma das frases no seu Insta, mas não havia associado ao filme porque ainda não tinha ouvido falar sobre ele. Achei bem interessante, gosto muito de filmes assim que proporciona essas reflexões e só este post já me deixou bem pensativa sobre muitas coisas... Parabéns!

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  40. Olá, tudo bem?
    Eu assisti esse filme há muito tempo atrás, mas lembro de ter saído muito frustrada do cinema. Não sei se não era o momento certo para assistir, ou se tinha uma expectativa alta demais, mas saí do cinema com a sensação de que o filme sai do nada para chegar em lugar nenhum. Talvez se eu fosse assistir hoje, teria uma visão diferente, mas não tenho ânimo para uma nova tentativa.
    De qualquer forma, gostei de ver suas impressões e perceber que, ao contrário de mim, você conseguiu absorver reflexões interessantes no filme.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  41. Olá,
    Já assisti ao filme, mas faz algum tempo e não me lembro muito bem sobre detalhes. Só lembro que gostei bastante dele exatamente por abordar temas bem corriqueiros e nos fazer pensar sobre o que realmente é importante. Se devemos abrir mão de nossos sonhos para ter uma carreira de sucesso e qual o preço disso à longo prazo. Adorei saber suas impressões e me deu vontade de assistir novamente o filme.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  42. Sou péssima com filmes, assisto poucos. Não sabia da profundidade dos assuntos abordados. Vou tentar assistir.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  43. Olá,

    Já ouvi falar no filme, mas não surgiu em mim a vontade de assisti-lo, apesar de ter uma crítica muito boa não é o que procuro num filme. No entanto, achei muito interessante a questão que será debatida no filme, sucesso é algo relativo ao meu ver.

    ResponderExcluir
  44. Oi! Asssisti Pelosi George Clooney, rs. Mas amei suas consideracoes sobre a obra.
    Bjsss

    ResponderExcluir