14/12/2017

Saiba o que é Mitomania e confira a dica do filme: Um Contratempo

Título original: Contratiempo

Gênero: Drama / Romance Policial

Direção / Roteiro: Oriol Paulo

Lançamento: Jan / 2017

Elenco Principal: Mario Casas, Bárbara Lennie, Ana Wagener, José Coronado.






     “Um contratempo” é um filme espanhol super inteligente, de suspense e reviravoltas, que possui uma história intrigante, cheia de mistério com uma narrativa pautada por situações hipotéticas.

     O filme nos lembra que as atitudes que um pai e uma mãe tomam para fazer justiça por um filho, podem não ter limites, bem como as atitudes que um homem influente é capaz de tomar para salvar sua própria pele, seu nome, sua empresa e sua família.

     Mario Casas interpreta Adrian, um jovem empresário de sucesso, rico e que tem um caso extraconjugal com a fotógrafa Laura, interpretada pela atriz Bárbara Lennie.

     Voltando de um encontro, eles se acidentam e é então que toda a história acontece. É uma história que surpreende nos detalhes.

     A atriz Ana Wagener, que interpreta a advogada, é a peça chave para desvendar tudo o que realmente aconteceu no momento do acidente. É uma mulher firme, que desempenhou um papel muito forte e central no longa.



















       O fato do personagem principal mentir descaradamente, me fez querer relacionar o personagem Adrian, com o transtorno da mentira patológica (mitomania).

     O personagem, não tem essa patologia, afinal, ele só mente para livrar-se de uma condenação iminente, porque ele foi responsável pela ocorrência de um acidente e, depois dele, uma série de crimes com omissão de socorro e ocultação de cadáver, inclusive. As mentiras inventadas por ele, foram para encobrir uma série de outras mentiras anteriores. E é importante ressaltar que nem todo mentiroso é um mitomaníaco. 

     A mitomania é o transtorno que faz com que a pessoa minta de forma compulsiva, é caracterizada por ideação fantasiosa de uma história ou de um personagem. Os sujeitos contam frequentemente histórias inverídicas com o objetivo de ganhar a auto-valorização.

     Normalmente são pessoas que se gabam por se dizerem ser ricas, terem autoridade, fama, entre outras coisas, mas quando são pegas mentindo, ficam até agressivas e como consequência, contam novas mentiras. Os mitomaníacos mentem por gostarem de ser o centro das atenções e por isso exageram no relato de suas histórias, inventando fatos que não aconteceram. Geralmente são indivíduos manipuladores, podendo também ser inseguros, mentindo justamente para sentirem-se mais valorizados e estimados. 

      O mitomaníaco se vale de um discurso crível e plausível, motivado por questões internas, não constituindo em seus relatos, elementos utópicos e irreais. Um mitomaníaco jamais vai dizer que viu um lobisomem, o papai Noel, ou algo do tipo. 

     A mitomania tem diferentes causas, quando não há um quadro de um transtorno maior como a bipolaridade, por exemplo, sua causa pode ser uma maneira do sujeito sentir-se mais seguro socialmente ou por não querer revelar como ele realmente é, com seus erros e falhas, com suas fraquezas e vulnerabilidades.

     Neste caso, o tratamento é feito exclusivamente com terapia. Onde o terapeuta investiga questões relativas à autoestima e eventos traumáticos na vida da pessoa.





E então, você gostou de saber sobre mentira patológica (mitomania)? Ficou interessado(a) no filme “Um contratempo? Conhece algum mitomaníaco? Qual outro filme que você poderia relacionar com a mitomania? Conta pra MISS.

_______________________________


MORANA, Hilda. Psiquiatria Forense – A partir do caso da advogada brasileira na Suíça.Psiquiatry online Brasil. Fevereiro de 2009 - Vol.14 - Nº 2

37 comentários:

Dryh Meira disse...

Oiee ^^
Esse ano eu vi tantos filmes espanhóis bons! Não só espanhóis, como também vindos do Peru, Argentina e por aí vai. Só é difícil achá-los :/ Eu fiquei bastante curiosa para assistir esse filme (apesar de não ser muito fã de mistério, romance policial e coisas do tipo) Eu já tinha lido sobre mitomania antes, mas não lembrava o que era...hehe'
MilkMilks ♥
http://shakedepalavras.blogspot.com.br

Mari disse...

Não sabia o que era mitomania mas gostei de entender sobre o que se trata no seu post. Quanto ao filme, parece interessante, não conhecia a obra.
Beijos
Mari
Pequenos Retalhos

Marcia Lopes disse...

Olá! Não conhecia essa terminologia e foi muito bom saber.
Qto ao filme será que tem na Netflix? Vou ver, se não, vou baixar. Valeu a dica é informação. Bjs

Maria Luíza Lelis disse...

Oi, tudo bem?
Confesso que nunca tinha ouvido falar sobre a patologia ou sobre o filme. Conheço pouquíssimo sobre o cinema espanhol, mas esse filme em particular não me interessou. Por outro lado, achei interessante conhecer essa patologia e entender sobre o que se trata.
Beijos!

Camila disse...

Oi, Eliziane.
Achei a proposta do filme interessante, mas ultimamente não tenho tempo de ver quase nada na TV! No máximo alguma série de reforma e olhe lá!! Rs... Se o filme ainda fosse baseado em um livro, seria mais fácil! Acharia interessante saber mais sobre mitomaníacos. Conheço algumas pessoas que devem sofrer disso! Rs...
beijos
Camis - blog Leitora Compulsiva

BelGoes disse...

Olá, tudo bem?

É baseado em algum livro? Tem uma obra literária por trás do filme? Última pergunta, qual é a diferença entre mitômano e Munchausen?

Débora Torre disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Débora Torre disse...

A história n me atraiu mt, mas por ser uma produção da Espanha fiquei c vontade de assistir!
beijos

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Mas é um romance policial bem levinho. Apesar de ter morte e tudo o mais... mas não é violento e nem tem muita ação. Mas é uma narração hipotética e maravilhosa! Você vai gostar!
Grata pelo comentário!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Grata pelo comentário! Beijos!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Que bom que você curtiu a postagem! Informação sempre é bom, não é?
Tem na Netflix, sim! Grata pelo comentário! Bjs!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Oi, flor! Tudo!
Que pena que não interessou o filme.
Grata pelo comentário! Beijos!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Oi, camila!
Importante você saber que mitomania é uma patologia séria, viu?
E como eu disse, nem todo mentiroso é um mitomaníaco.
Grata pelo comentário! Beijos!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Oi, Bel! Tudo bem!
Que eu saiba não é baseado em nenhum livro.
A diferença é que o munchausem cria sintomas de doenças. Inventa dores de cabeça, febre, tosse, ele nunca está bem. Mas daí é diferente da motivação do mitomaníaco, ou mitômano, ele fantasia doenças para garantir a compaixão das pessoas para com ele.
Grata pelo comentário! Beijos!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Grata pelo comentário! Beijos!

Profano Feminino disse...

Esse filme está na minha lista de preciso ver por motivos de: Mario Casas. Mas agora vendo sua resenha fiquei ainda mais animada pelo filme. =)

Gardenya Barbosa disse...

Uau adorei a resenha do filme, vou assistir com certeza, e adorei ainda mais sua explicação sobre mitomaníacos, acho que conheço alguns rsrsrrs e nem sabia que esse era o nome kkkkkk
adorei o blog
bjim
http://www.depoisquevocesefoi.com.br/

Tamires Marins disse...

Mario Casas mozão! Hahahaha
Não costumo assistir filmes espanhóis. Acho que assisti apenas Três Metros Acima do Céu e a sequência que esqueci o nome. Mas achei interessante esse enredo. Não sabia que existia uma patologia relacionada ao hábito exagerado de contar mentiras.
Nem deve ter na Netflix, né?
Vou dar uma conferida quando eu estiver na minha irmã, pq não assino, minha internet não permite! Hahaha


Beijos
- Tami
http://www.meuepilogo.com

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Hahahaha Foi exatamente o motivo que me fez assisti-lo. Esse homem é um pecado! rs
Grata pelo comentário!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Assiste, sim!
Que bom que cooperei pra que você ficasse mais informada!
Grata pelo elogio e comentário! Beijão!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Tem na netflix, sim, moça! Aproveita e assiste com sua irmã! rs
E Mario Casas está mais lindão ainda nesse filme. Ele só não tira a camisa. Uma pena. rsrs
Que bom que eu agreguei conhecimento!
Grata pelo comentário tão divertido!
Beijão!

Delmara Silva disse...

Eu conheço uma menina que tem este transtorno. Eu conheci ela na faculdade e fiquei abismada com a criatividade da indivídua para inventar histórias, no principio achei que fosse mal caratismo mesmo, mas com o tempo percebi que poderia vir a ser um distúrbio porque não tinha condição de alguém em seu estado normal agir daquele jeito com tanta frequência, mas não sabia qual a nomenclatura, agora que sei vou dar mais uma pesquisada a respeito.

Abraços!
Nosso Mundo Literário

Kelly Mathies disse...

Achei o contexto bem diferente do comum, sendo até bastante interessante para quem quer fugir um pouco do clichê e assistir novas histórias. Essa me parece ser intrigante e curiosa. Acho que me ganhou com a parte das mentiras. Apesar de não assistir filmes latinos, sinto que talvez esse me surpreenda rs.

Dayhara Martins disse...

Achei muito bacana você costurar a resenha tão bem com o transtornou, explicou direitinho e deixou-nos interessados, sem contar que me parece ser um baita filmão, né? Eu não conhecia mas já estou na procura! Sinto falta de filmes latinos e esse com toda a certeza vai me agradar.

Thauana Barbosa Bomjardim disse...

NÃO conhecia esse filme! Gosto desse estilo de filme. E sua resenha me instigou a assisti-lo.
Vc escreve super bem!
Adoro conhecer novos filmes através de blog!
Voltarei com toda certeza mais aqui!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Puxa... Melhor comentário! É esse tipo de esclarecimento que eu quero trazer.
Grata pelo comentário! Abração!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

É beeem bacana! Você vai gostar! Não me agradeça! rsrsrs
Grata pelo comentário!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Espero que agrade, sim! Grata pelo elogio e por seu comentário!

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Grata pelo comentário e elogio!

Ivi Campos disse...

Primeiramente, Mário casas é lindo demais!!!
Segundamente, esse filme é muito bom!!! Gente, me senti muito idiota quando tudo se esclarece.
MEU AMOR PELOS LIVROS
Beijos

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Hahahaha Também me senti assim. Mario Casas é o meu amorzinho. hahaha Grata pelo comentário!

Luna Amil disse...

Oi, tudo bem?
Fiquei muito interessada no filme, na verdade ele faz bem meu estilo, gosto de filmes que me façam pensar e questionar. Já sobre a mitomania, não sei dizer se conheço alguém que seja, porém sou dessas que acredita que ninguém é sincero a vida inteira, sempre vai haver uma mentira no meio do caminho.

Beijos!
Cantinho da Lua

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Exatamente, Luna! E é por isso que enfatizo que nem todo mentiroso é mitômano, entendeu?
Grata pelo comentário! Beijo!

André Sarti disse...

Olá Eliziane! Tudo bem?

Não sou psicólogo, mas me interesso muito pelo assunto, assim como filosofia! Como gosto muito também de cinema li outro post seu, mas quando vi que se tratava de cinema, vim correndo para cá! Gostei muito do filme, vou para assistir e gostei muito de conhecer um pouco sobre o patologia, conheci algumas pessoas que mentem tanto que você fica a té com vergonha, porque você sabe que a pessoas está mentindo discantadamente, mas a convicção é tanta que fica chato desmentir! Parabéns pelo post e pelo blog, você escreve muito bem!

Um abraço! :)

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Pelo que percebi, você vai curtir o filme então.
Tem na Netflix.
Pois, é! Tem gente que mente muito, e tem os mitomaníacos que mentem muito também, mas daí já é uma doença um pouco mais complicada... rsrs
Grata pelos elogios e comentários!
Abração!

Stalker Literária disse...

Oi! Ainda não conhecia esse filme e nem esse termo pra mentirosos patológicos, achei muito bacana o post explicando mais sobre a doença e como ela funciona/ é tratada.
De cara não lembro de nenhum personagem assim, mas vou começar a reparar

MISS - Menina Irreverente, Sabida e Socrática disse...

Oie! Grata pelo comentário!